Tai Chi Chuan

A arte marcial chinesa, search ou Wu Shu, buy possui mais de 360 estilos diferentes catalogados, que procuram expressar movimentos de animais, estados da natureza, situações do cotidiano ou alguma característica de determinado mestre, famoso ou não.

Entre os estilos de Wu Shu, um dos mais famosos é o Tai Chi Chuan. Nesta virada de século e de milênio, muitas pessoas, dos mais variados países, têm entrado em contato com o Tai Chi Chuan principalmente por seus aspectos terapêuticos.

Mas o que é o Tai Chi Chuan?

É uma arte marcial que sofreu influência taoista. Estas influências semearam tanto sua técnica e sua filosofia, que poderíamos dizer que o Tai Chi Chuan transformou-se na arte marcial taoista. O Taoismo prega que existe uma energia manifesta e imanifesta, que abarca o ser e o não-ser, o microcosmo e o macrocosmo.
As manifestações mais claras do Tao são, para nós, os princípios do Ying e Yang, um sistema energético de partes distintas que se completam. Dia e noite, homem e mulher, alto e baixo. Através da prática do Tai Chi Chuan, vislumbramos em nossos corpos em movimento o princípio do Tao, o Ying e Yang em alternância constante.

O Tai Chi Chuan tal como é praticado atualmente por 90% das pessoas deve seu sucesso a uma família.

Yang Luchan ou Yang Fukui, no final do século XVIII, treinou no meio rural chinês com o patriarca do estilo Chen, Chen Chagxing, durante 30 anos. Convidado para divulgar sua técnica na corte imperial chinesa em Beijing, já no meio urbano, foi desafiado por vários mestres famosos, logrando sempre grande sucesso, sendo chamado de Yang, o invencível. É importante enfatizar que Yang Luchan modificou o estilo que aprendera, criando o próprio estilo, através de uma metodologia que, com o tempo, proporcionou o acesso de mais pessoas, retirando movimentos complexos ou difíceis, facilitando enormemente o aprendizado.

TÉCNICAS ENSINADAS EM NOSSO CENTRO

Em nosso centro ensinamos diversos estilos de Tai Chi Chuan,todos estes fundamentados dentro dos princípios internos que envolvem a prática de Qi Gong,próprios de cada estilo.

Os estilos ensinados são estes;

Estilo Chen – O mais antigo dos estilos de Tai Chi Chuan,tendo iniciado sua divulgação através dos integrantes da família Chen,na aldeia de Chen jia gou ou “Vale da família Chen”.Sendo o primeiro ancestral conhecido um imigrante da província de Shanxi,de nome Chen Bu,durante o século XIV.
Porém o nome mais conhecido é o de Chen Wanting,já na 9o geração da família Chen.
O estilo Chen,tem como uma de suas maiores características o uso da energia espiralada,associado a energia explosiva ou “fah Jing”.Possui rotinas ou Tao lus,que exploram em seu aprendizado o uso destas energias,e é dos estilos de Tai Chi Chuan,o que possui o maior número de rotinas,principalmente de armas.
Em apresentações destas confunde-se muitas vezes com o Kung Fu tradicional.
Desde o ano de 2000 é ensinado em nosso centro,sendo que fomos os pioneiros do ensino do estilo Chen no RS.

Estilo Yang Antigo ou “Lao Jia”– O estilo criado por Yang Luchan,o patriarca do estilo Yang,o mais popular dos estilos de Tai Chi Chuan, pois Yang Luchan almejando ver um número maior de pessoas treinando,procurou retirar do ensino gradualmente os pulos e saltos,bem como algumas técnicas de Fah Jing,originadas do estilo Chen,aprendido com o grande mestre Chen Changxing ,14 o geração da família Chen.
Este estilo antigo, possui como característica principal a mesma força espiralada presente no estilo Chen,e um número muito grande de técnicas de Qi Gong.
Possui também,rotinas combinadas ou “Dui Lian”,que auxiliam na compreensão dos princípios de aplicação energética do Tai Chi Chuan.Muitas rotinas de armas são ensinadas neste estilo,sendo expressivo seu número.
Desde o ano de 1998 ensinamos em nosso centro este estilo,sendo pioneiros no ensino deste no Brasil.

Estilo Sun – O estilo mais peculiar de Tai Chi Chuan,pois foi criado por Sun Lu Tang,um famoso mestre de 3 estilos internos da arte marcial chinesa: Tai Chi Chuan, Ba Guá e Xing I.Possuindo em suas técnicas, e conseqüente aprendizado , elementos destes 3 estilos,principalmente do Xing I ,que utiliza força espiralada vertical,estilo com o qual Sun Lu Tang era bem familiarizado.A partir desta observação é notável a influência dos círculos fechados e espiralados,no aprendizado e prática do estilo Sun,o que permite ao estudioso e praticante,uma compreensão profunda dos princípios energéticos presentes em seus corpos.
Sun Lu Tang,se notabilizou por suas excelentes performances marciais,e principalmente por sua notável erudição,em uma época que inúmeros mestres eram analfabetos,sua caligrafia era reconhecidamente de alto nível.
O estilo Sun é bem pouco conhecido na America Latina,e estamos divulgando ele em nosso Centro a partir do presente ano( 2009).
Estilo da Família Yang ou “Da Jia”- É o mais recente dos estilos tradicionais de Tai Chi Chuan,sendo o seu idealizador o reconhecido mestre Yang Chengfu,e o continuador de seu trabalho ,seu filho Yang Zhenduo.Yang Chengfu,sistematizou o Tai Chi Chuan que havia aprendido do pai e avô,deixando os movimentos mais alongados,daí o nome “Da Jia” ou estilo aberto.É o estilo tradicional de Tai Chi Chuan mais popular pois Yang Chengfu tinha inúmeros alunos,principalmente Chen Manching que imigrou para os EUA,e lá divulgou de costa a costa os princípios do Tai Chi Chuan,principalmente no meio universitário.
Pelo fato dos movimentos serem mais abertos,o aprendizado deste estilo é mais facilitado,isto associado com um número de rotinas reduzido,tem permitido uma facilidade de acesso deste em inúmeros lugares,porém o trabalho interno ou “Nei Jia” pode ser prejudicado,se for o aluno focar somente o estudo da forma.De todos os estilos tradicionais ,é o que possui o menor número de técnicas de Qi Gong,o que não desmerece seu estudo, desde que este possa ser treinado em seus movimentos.

Desde o ano de 1994 ensinamos o “Da Jia” em nosso centro.

Estilo de Beijing – A partir das técnicas sistematizadas pelo mestre Yang Chengfu no estilo “Da Jia”,o governo Chinês na década de 50,resolveu “organizar” o Tai Chi Chuan em todo território nacional,através da criação de rotinas reduzidas ou simplificadas de Tai Chi Chuan,onde a primeira criada foi a de 24 movimentos.Esta rotina é a mais popular de todas as rotinas de Tai Chi Chuan,praticada em todas as partes do mundo,por um número que já chega na casa dos milhões.A grande vantagem desta padronização é ter permitido um contato de inúmeros praticantes com o Tai Chi Chuan,mesmo que de uma forma supérflua,já que o estudo deste estilo é mais fixo ao movimento,em detrimento do estudo da energia intrínseca em cada estilo tradicional.Mas muitas vezes os praticantes mais sérios,buscam um aprofundamento, procurando estudar os fundamentos do Tai Chi Chuan,via estilos mais tradicionais.

Além da rotina de 24 movimentos,existem as rotinas de 42 e 48 movimentos,e as rotinas de espada 32 e 42.

O que fazemos em nosso centro é estudar estas rotinas seguindo a didática de ensino dos estilos tradicionais,estudando os princípios,o uso da energia,aplicação energética e marcial em cada movimento.
Desde o ano de 1989 ensinamos o estilo de Beijing em nosso centro,seguindo estes princípios.

Meditação

“Que eu desperte através do Tai Chi Chuan
Minhas faculdades físicas , mentais e espirituais,
Para ser feliz comigo e meu próximo,
Desenvolvendo na prática
A leveza de meu corpo,
O vazio de minha mente,
E a força de minha alma”.

5 Passos Básicos
“Antes de aprender a caminhar, aprenda a ficar de pé.”

O treinamento de pernas é, nas artes marciais chinesas, a parte mais diretamente responsável pela eficiência de qualquer estilo, aliado isto ao uso de nossas maturidades emocionais, dá ao praticante condições de sentir a filosofia taoista (yin-yang) presente de fato como fator energético e prático e não apenas teórico ou conceitual.

É a proposta de nosso centro qualificar cada conhecimento transmitido ao aluno ou discípulo, principalmente os que se relacionam com o inicio da jornada no caminho das artes corporais chinesas.

A partir do mês de junho apresentaremos a cada mês uma explicação pormenorizada de cada base presente no Kung Fu e no Tai Chi Chuan. Sendo que no Kung Fu apresentaremos a seqüência do Kati Hoy Mah (aferindo energia das pernas) e no Tai Chi Chuan a seqüência de 5 passos básicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *