Kung Fu

Se o Tai Chi Chuan está mais ligado à filosofia e à prática taoísta, click o Kung Fu está, order da mesma forma, mais ligado ao budismo.

E foi num dos centros de divulgação do budismo que floresceu o kung Fu historicamente mais famoso, o do templo Shaolin.

Juntando a disciplina ascética dos monges de Shao Lin com os aspectos históricos de luta constante para a formação do estado chinês, vemos surgir uma prática marcial ímpar.
“Vencer-se fisicamente, dominar-se mentalmente, evoluir espiritualmente”. Estas três máximas, colocadas em prática, reforçam, com o passar dos séculos, os domínios corporal, mental e espiritual de milhares de seres.

Em 1734, quando houve a destruição do templo de Shao lin, fugiram cinco monges de hierarquia superior, que dominavam os aspectos mais profundos da técnica utilizada no templo.

A partir deste momento as tecnicas de Shao lin se popularizaram em toda a China ,e posteriormente no mundo.

Estilo Hung Gar

O Hung Gar é um estilo único por envolver, diferentemente de outros estilos de Kung Fu, técnicas de Qi Gong próprias. Conforme o estilo Hung Gar se sistematizou foi se internalizando cada vez mais .
Isto significa que de todos os estilos de Kung Fu surgidos(mais de 500 estilos) é um dos mais internos.
Interno por quê? Por que se propõe através das técnicas de meditação, respiração e mantras um domínio energético somente presente em estilos internos (Tai Chi Chuan ,Hsing I , Ba Gua e I Quan ) e técnicas de Qi Gong
O estilo Hung Gar surgiu da elaboração das técnicas budistas no templo shaolin.
A técnica mais tradicional é o “Domar o tigre” ou Gon Gi Foo fu (terminologia cantonesa) técnica trazida no século XVIII do templo Shao lin pelo Monge de hierarquia superior Gee Seen , e ensinada a Hung Hee Kung,o pratiarca do estilo Hung Gar.

Os mestres que precederam este,mantiveram o estilo vibrante em seus princípios.
Porém no século XIX , o famoso herói Wong Fei Hung sistematizou inúmeras técnicas ,acrescentando ao estilo a técnica “Linha de ferro” ou Ti Sin Kune,aprendida do monge Ti Kiu San.Técnica mais interna do estilo ,de intensa elaboração energética e de exigência mental e física.

Herdeiro desta tradição, já em pleno século XXI, o mestre Adriano D’avila desenvolve de maneira didática um caminho para que o praticante alcance o domínio destas técnicas tradicionais, já ensinadas há séculos.

Desde a primeira aula os praticantes irão aprender as técnicas de Qi Gong, bem como o desenvolvimento das técnicas de Hoy Sao visando o fortalecimento do corpo físico e mental para compreender melhor o estilo Hung Gar. Além destas técnicas o estilo Hung Gar é caracterizado por 5 técnicas de animais: tigre, leopardo, serpente, garça e dragão. Cada técnica e conjunto dessas , espelha um arquétipo de alma e emoção humanas ,que se manifestam em nossas atitudes.

Uso de armas no estilo é caracterizado como extensão do nosso eu, aprender portanto a usar e manusear a primeira arma – facão chinês ou bastão é um desafio a expandirmos nossas energias e nossos horizontes.

A aplicação marcial ou prática de cada movimento deve ser encarada como o amadurecimento de nosso estado emocional. Lutar pressupõe exteriorizarmos nossas qualidades e defeitos enquanto seres humanos através de nossas emoções – medo, raiva, tristeza, alegria e preocupações são alguns dos nossos principais estados emocionais que se demonstram de uma maneira clara e transparente quando treinamos algum aspecto marcial com alguém.

Acima de tudo, sabemos estar ofertando a oportunidade do praticante aprender um estilo tradicional de Kung Fu , o que irá lhe proporcionar um aprendizado constante sobre e acerca de si mesmo , bem como de toda sua vida.

Esta compreensão visa a transformação e crescimento do praticante , podendo esta despertar sua espiritualidade.
Iremos reconstruir um novo saber sobre o corpo físico, o mental, o emocional, o energético, e o espiritual.

Se no passado longínquo os monges e mestres necessitam compreender a si mesmos para evoluir espiritualmente ou para proteger suas vidas , hoje , no século XXI precisamos ser muito mais fortes, pois a demanda por uma vida de equilíbrio é muito maior.

Disciplina, adaptabilidade e seriedade serão palavras e ações sempre lembradas em nosso trabalho no Kung Fu Hung Gar.

Juramento

“Eu me comprometo a treinar meu corpo e espírito para a paz,
Respeitando mestre, professores e colegas ,
Sendo um exemplo vivo do espírito Hung Gar
Defendendo em meu caminho a verdade e a justiça”.

Katy Hoy Mah
“Antes de aprender a caminhar, aprenda a ficar de pé.”

O treinamento de pernas é, nas artes marciais chinesas, a parte mais diretamente responsável pela eficiência de qualquer estilo, aliado isto ao uso de nossas maturidades emocionais, dá ao praticante condições de sentir a filosofia taoista (yin-yang) presente de fato como fator energético e prático e não apenas teórico ou conceitual.

É a proposta de nosso centro qualificar cada conhecimento transmitido ao aluno ou discípulo, principalmente os que se relacionam com o inicio da jornada no caminho das artes corporais chinesas.

A partir do mês de junho apresentaremos a cada mês uma explicação pormenorizada de cada base presente no Kung Fu e no Tai Chi Chuan. Sendo que no Kung Fu apresentaremos a seqüência do Kati Hoy Mah (aferindo energia das pernas) e no Tai Chi Chuan a seqüência de 5 passos básicos.

Organização currícular das práticas

Nível Preparatório
Básico dos cinco animais;
Aplicação de defesa andando;
Kati Hoy Mah – 3 min.

1º Nível
Básico dos cinco animais;
Aplicação de ataque andando;
Kati Hoy Sao;
Kati Hoy Mah – 6 min.

2º Nível
Aplicação de defesa e ataque andando;
Kati Lau Gar Kuen;
Kati de bastão básico;
Kati de facão básico;
Kati Hoy Mah – 9 min.

3º Nível
Aplicação de defesa e ataque andando;
Kati See Sap Yin;
Kati de bastão Lau Gar Kuan;
Kati Hoy Mah – 12 min.

4º Nível
Aplicação de ataque e defesa andando;
Tai Ji Chuan – 19 movimentos;
Kati Palma de Borboleta;
Kati combinado Toi Cha – Gon Gi Fo Fu;
Kati Hoy Mah Qi Gong – 12 min.

5º Nível
Xing I Chuan – Básico
Kati Gon Si Foo Fu;
Kati Lança – Mui Fah Jong;
Hoy Mah Qi Gong – 24 min.

6º Nível
Kati de Facão;
Kati de Facão Borboleta;
Kati combinado – Toi Cha Fu Hok;
Kati Hoy Mah Qi Gong – 24 min.

7º Nível
Kati Fu Hok Sheng Yin Kuen;
Kati de Bastão – Hao Tche Fah;
Tai Ji Chuan – 38 Movimentos
Kati Hoy Mah Qi Gong – 24 min.

8º Nível
Katis de Animais – Tigre, Serpente e Dragão
Kati de Facão Duplo – Tai Ji Dao Chen;
Combinada de Tai Chi Chuan – Dui Lian
Tai Ji ChuanKati Hoy Mah Qi Gong – 48 min.

9º Nível
Kati Ng Yin Kuen – 5 estilos;
Kati combinado – Bien Gar;
Kati de facão – facões duplos;
Kati Hoy Mah Qi Gong – 48 min.

A partir dos demais níveis haverá técnicas como Kati Xing I Chuan, Kati Espada Hung Gar Chien, Tai Ji Dao Chien, Kati Ng Yih Ng Hang; Tai Ji Chien Chen; Ng Long Ba Gua Kuan; Kati Linha de Ferro; Kati Ba Gua Chuan; Kati Espada Wudang Chien, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *